Página Inicial
Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo
Prefeitura de São Paulo

Seminário de capacitação reúne 200 síndicos de conjuntos habitacionais da Cohab em Itaquera

Conteúdo preparado em parceria com a Universidade Secovi abordou segurança, gestão e a inclusão dos conjuntos em programas sociais para melhorar a vida de moradores 


Data:10/04 - 13:51

Presidente da Cohab, Edson Aparecido falou para 200 síndicos sobre os programas sociais em parceria com Secretarias Municipais 

Com o anfiteatro da Prefeitura Regional de Itaquera lotado, a Cohab-SP realizou no sábado (7) o primeiro Seminário de Capacitação de Síndicos de conjuntos habitacionais da Companhia de 2018. Com as 200 vagas preenchidas, o seminário apresentou conteúdo sobre gestão condominial, elaborado em parceria com a Universidade Secovi.

  Os painéis abordaram assuntos como segurança, manutenção, acessibilidade e legislação. O consultor e delegado titular do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), Carlos Alberto da Cunha, falou das ocorrências mais comuns nos conjuntos, apresentando um vídeo, e deu dicas sobre como prevenir as invasões em condomínios.

O advogado do Departamento Jurídico da Companhia Ricardo Ricardes tratou de questões normativas da gestão condominial, como a regularização de taxas e renegociações de contratos com moradores.

A diretora Administrativa da Companhia, Renata Soares, esclareceu as vantagens da adesão à Tarifa Social. O programa que oferece desconto nas tarifas de energia e água tem conquistado bons resultados. Dados da Sabesp mostram que 14 mil famílias já foram beneficiadas em 452 empreendimentos da Cohab-SP pela Tarifa Social, que reduz a conta de água em 66%, permitindo aos síndicos investirem em melhorias nos condomínios.

O Secretário da Pessoa com Deficiência, Cid Torquatto e Edson Aparecido assinaram o termo de cooperação para o programa Cohab Acessível

Katia Maria Gomes contou que, na Cohab Taipas, alguns conjuntos, como o Carijós I, que ela administra, conseguiram reduzir de R$ 2 mil para R$ 500,00 as contas de energia e água, depois de aderirem ao programa Tarifa Social, que a Cohab-SP tem divulgado nas reuniões regionais com os síndicos. “Eu fico feliz porque antes falavam que a Cohab não existia mais e agora estamos vendo que isso não é verdade e estamos tendo o apoio que a gente precisa para fazer as coisas acontecerem nos prédios”, disse.

Na abertura do Seminário, o presidente da Cohab-SP, Edson Aparecido, ressaltou a importância das parcerias com as secretarias municipais para o desenvolvimento de programas sociais nas comunidades onde estão os conjuntos habitacionais. “Temos feito muito mais do que construir moradia, porque é preciso melhorar a vida das pessoas nos conjuntos existentes. Isso  impacta positivamente o desenvolvimento nas diferentes regiões da cidade”, disse ele, antes da assinatura do termo de cooperação com a Secretaria da Pessoa com Deficiência (SMPED) para o programa Cohab Acessível. O secretário Cid Torquato comemorou a formalização do trabalho que promoverá adaptações nos conjuntos habitacionais.

A Cohab e a SMPED já estão cadastrando os moradores com deficiência nos condomínios e a equipe da secretaria realizou esse trabalho durante a recepção dos síndicos no evento de sábado. “Eu acho muito importante a Cohab assumir esse trabalho com a gente. Afinal, os prédios mais antigos não vinham com projetos adequados sobre acessibilidade”, afirmou Kelly Cristina Marinho, síndica de um condomínio da zona leste com mais de 40 anos de existência.

A secretária Municipal do Trabalho e Empreendedorismo, Aline Cardoso, convidada para o Seminário, explicou como a parceria que já está em construção com a Cohab poderá ajudar aos moradores dos conjuntos habitacionais com oficinas e programas para a geração de emprego e renda.