Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo
Cohab retoma área em Heliópolis para projetos de urbanização local

Ocupação irregular ficava no entorno de condomínios do conjunto habitacional Cingapura, no terreno da Cohab, na gleba L2, onde cerca de 640 famílias estavam sujeitas a riscos


Data: 09/10 - 17:31

Imagem aerea do local em Heliópolis

Desde esta segunda-feira (8/10), a Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab-SP) realiza a segunda fase da ação de desfazimento de barracos erguidos em um terreno, em Heliópolis, de forma irregular há mais de 14 anos. A SubPrefeitura do Ipiranga, Sehab e Cohab-SP preveem  que os trabalhos estejam concluídos até o final da semana.

As 640 famílias ocuparam de forma irregular o entorno de um conjunto habitacional construído pela Sehab e Cohab-SP e viviam em situação de risco pela proximidade com a rede de subtransmissão de energia elétrica e a faixa de oleoduto da Petrobrás. Havia o perigo de e incêndio também pela precariedade das construções. Além disso, a área apresenta alto grau de contaminação, comprovado por órgãos ambientais e também pelo próprio Ministério Público, que solicitou providências efetivas para a solução do problema.

   

Diante dessa situação, em julho de 2018, Sehab e Cohab iniciaram um plano de ação para atendimento habitacional das famílias identificadas na ocupação em situação de vulnerabilidade. A Companhia fez reuniões com as famílias para esclarecer as  ações do município, com desfazimento e atendimento habitacional, respeitando os critérios da política habitacional do município.

A primeira fase da ação aconteceu entre os dias 03 e 06 de setembro, quando foram removidas todas as construções ao longo da rede de subtransmissão de energia elétrica.

Entre os projetos futuros para a região estão a implantação de pistas de caminhada, parque infantil, equipamento de ginástica e arborização.

 



Ir para o topo desta página