Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo
Empreendimentos do programa de locação social de São Paulo inspiram o governo do Rio Grande do Norte

Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (CEHAB) do Governo do Rio Grande do Norte visitou o Palacete dos Artistas e a Vila dos Idosos, que em 2017 receberam Selo de Mérito da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC), durante o 64º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social


Data: 25/10 - 14:06

João Nóbrega Filho Presidente da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano do Rio Grande do Norte e equipe Cohab durante visita a Vila dos Idosos

Na sexta-feira, 19/10, a Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) e a Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab-SP) receberam o Diretor Presidente da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (CEHAB) do Governo do Rio Grande do Norte, João Ronaldo da Nóbrega Filho, nos empreendimentos do programa de Locação Social, Vila dos Idosos e Palacete dos Artistas. O diretor veio conhecer o modelo do programa que atende atualmente cerca de 2.550 pessoas de baixa renda na capital com 903 unidades habitacionais distribuídas em 6 empreendimentos (Parque do Gato, Olarias, Vila dos Idosos, Asdrúbal do Nascimento, Senador Feijó e Palacete dos Artistas).

Embora o estado nortista atue com programa dirigido a esse público com mais de 60 anos, a Companhia quis conhecer melhor o sistema adotado na capital paulista e todos os benefícios do programa. “Temos uma atuação social próxima dos moradores, com acompanhamento médico e preventivo por meio das parcerias com a Secretaria de Saúde e também ações de integração entre os moradores que visam melhorar a qualidade de vida dos idosos nesses empreendimentos”, afirma o presidente da Cohab-SP, Alexsandro Peixe.

Com o aumento da longevidade no Brasil, é crescente a preocupação do poder público em desenvolver políticas para essa população em áreas de atendimento básico, como a moradia. “É muito gratificante ver um programa como esse atender a quem precisa numa fase da vida em que a renda não o possibilita arcar com os custos de mercado, como este senhor que hoje conheci aqui, recebendo a chave do apartamento onde poderá ter uma vida digna”, disse o diretor da CEHAB-RN, João Ronaldo da Nóbrega Filho.

Síndica do Palacete dos Artistas, Dona Maite, junto com João Nobrega durante visita ao empreendimento no emblemático cruzamento da Rua Ipiranga com a Avenida São João

Na Vila dos Idosos moram cerca de 200 pessoas, em 145 unidades habitacionais, 25% adaptadas para portadores de necessidades especiais, distribuídas entre 90 quitinetes (30 m²) e 55 apartamentos de um quarto (43 m²). O espaço comum foi projetado para atender às necessidades desse público, com três salas para TV e jogos, quatro salas de uso múltiplo no térreo voltadas para a rua, salão de festas com cozinha e sanitários, área verde, espelho d’água, horta comunitária e três elevadores. Um deles fica logo na entrada do condomínio. O outro, próximo ao salão de festas, e o terceiro fica no meio do empreendimento, na saída para a quadra de bocha. Os moradores têm assistência médica pelo Programa de Atendimento ao Idoso (PAI), desenvolvido pela Unidade Básica de Saúde (UBS) da região e acompanhamento semanal de assistentes sociais e psicólogos.

Equipe Cohab mostrando o salão de confraternização do Palacete dos Artistas

O Palacete dos Artistas funciona em um imóvel da Cohab-SP, a reforma do prédio foi concluída em 2014 e produziu unidades habitacionais acessíveis também. Em parceria com os futuros moradores, o projeto foi modificado para acomodar um andar para usos coletivos, que inclui salas de oficinas, salão de festas e até um palco para apresentações de teatro. No local vivem 60 moradores, em 50 unidades. Eles são beneficiados com o aluguel social por serem membros de entidades como Sindicato dos Artistas, Associação Cultural de Condomínio dos Artistas e Técnicos, Cooperativa Paulista de Teatro, Balé Stagium e Ordem dos Músicos.

Do 2º ao 6º andar, duas unidades por andar são adaptadas para pessoas com necessidades especiais.  O 1º andar é de uso coletivo, onde estão locadas salas para oficinas, aulas, ensaios, leitura e atendimento social.  O projeto de retrofit respeitou as condições de acessibilidade, segurança e de preservação do patrimônio histórico, embora o edifício tenha sido completamente alterado internamente.

O prédio, que antes abrigou um hotel, teve as instalações elétricas e hidráulicas refeitas e a sua estrutura foi toda reforçada para receber os dois elevadores. Os pisos originais, em mármore e pastilha cerâmica, foram restaurados e mantidos nas áreas comuns. Fachadas e telhado também foram restaurados, conforme prevê o projeto de revitalização do centro da cidade, com projetos de habitação de interesse social.

Em 2017, o Palacete dos Artistas e a Vila dos Idosos, ambos do programa de Locação Social da Sehab e Cohab-SP foram contemplados com o Selo de Mérito 2017, concedido pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC), durante o 64º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social.



Ir para o topo desta página