Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo
Prefeitura entrega as primeiras unidades do Conjunto Safira

Foram mais de 400 unidades habitacionais entregues em Itaquera nesta primeira etapa


Data: 29/7/2019 I 12:57

Por: Assessoria Especial de Comunicação


Na imagem, estão mutuários juntamente com o presidente da Cohab Alexsandro Peixe e o refeito de São Paulo Bruno Covas.

 

A Prefeitura Municipal de São Paulo, por meio da Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab-SP) e da Secretaria Municipal de Habitação (SEHAB) entregou, neste sábado (27/7), 401 unidades no Conjunto Habitacional Safira, em Itaquera, Zona Leste. Foram entregues 150 apartamentos no condomínio Safira I, e mais 251 no Safira III. O empreendimento é composto de outros dois condomínios, previstos para entrega na sequência totalizando, assim, 952 unidades distribuídas em 12 torres, construídas em um terreno de 24.901,43 m².

O prefeito Bruno Covas assinou, no local, Projeto de Lei que prevê ampliação de oferta de moradias para a população de baixa renda, em parceria com os governos estadual e federal.  O Projeto de Lei permite aporte financeiro de até R$ 120 mil por unidade habitacional, a título de subsídio complementar.

"A entrega destas moradias foi possível graças aos recursos do Governo Federal, Governo do Estado e da Prefeitura. A construção unidades habitacionais teve início na gestão anterior e não acabá-la seria um desrespeito com a população. A obra mais importante para o político é a que  diminui a distância social. É a de construir e entregar a casa própria. Por isso, estamos assinando hoje um Projeto de Lei que aumenta a possibilidade  de a Prefeitura custear conjuntos habitacionais.Mas enquanto o Governo Federal não repassa recursos, a Prefeitura muda a legislação para garantir a continuidade das obras na cidade. Nesse mesmo Projeto de Lei, estamos também aumentando o valor repassado para os motoristas de Samu, para melhorar esse serviço tão importante para  a população", declarou o prefeito.

Na imagem está o Prefeito de São Paulo Bruno Covas segurando o ermo assinado para entregar as 401 unidades habitacionais.   A foto foi tirada do alto, do evento. Na imagem estão os mutuários sentados esperando para o discurso.

 

 

Sobre o empreendimento

Os condomínios Safira I e III foram objeto de chamamento público e construídos por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), complementado com aporte do Governo do Estado, pelo Casa Paulista, e do município paulistano, por meio do programa Casa da Família.

A parceria entre os governos municipal, estadual e federal tem a meta de estimular a construção de moradias em lotes regularizados por meio de ações conjuntas. Na cidade de São Paulo, essa parceria pretende complementar o subsídio previsto no Programa Minha Casa Minha Vida, para construção de unidades destinadas às famílias com renda de até R$ 1.800  e às entidades organizadoras de moradia habilitadas pelo Governo Federal.

Para a construção dos 952 apartamentos, a Prefeitura investiu R$ 10 mil por unidade, chegando ao total de R$ 35,6 milhões. Também foram empenhados outros R$ 23,2 milhões do Governo do Estado e R$ 79 milhões do Governo Federal.

Todas as unidades do conjunto possuem entre 47 e 53 m2, com quatro tipologias distintas, sendo adaptáveis para pessoas com necessidades especiais.  Contam com sala, cozinha, área de serviço, banheiros e dois dormitórios.

 Na imagem, estão mostrando o apartamento habitacional entregue.

 

Cada conjunto dispõe de áreas comuns que incluem salão de festas, parques infantis, quadras, áreas descobertas para convívio e jardins. Além dos condomínios Safira I, II, III e IV, foi reservada uma área para construção de um equipamento público.

As 400 famílias beneficiadas com as unidades não pagarão nenhum tipo de mensalidade, pois foram removidas para execução das obras do PAC 2 - Drenagem Rio Aricanduva, intervenção que será realizada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB). O único custo para os moradores será a despesa de empresas concessionárias (água e luz) e a taxa condominial.

Para contribuir com as famílias, SEHAB e SIURB fornecerão auxílio-mudança. Outro beneficio para os moradores do conjunto será a instalação e conversão dos fogões para gás encanado, que será realizado de forma gratuita em parceria com a Comgás.

Na foto está a mutuária olhando para a câmera sorrindo com a sua chave do apartamento.    Na foto estão mutuários olhando para a câmera sorrindo com a sua chave do apartamento.    Na foto está a mutuária olhando para a câmera sorrindo com a sua chave do apartamento.

 

 

Habitação Popular em curso na cidade

A partir de 2017 e até o mês de junho, de acordo com a Secretaria Municipal de Habitação, foram entregues 6.756 unidades habitacionais e outras 16 mil estão em obras. Além destas ações que fazem parte do Plano de Metas do Governo, cujo objetivo é entregar 25 mil moradias até 2020, SEHAB e COHAB-SP preveem a construção de mais 24,9 mil residências nos próximos seis anos, por meio de Parceria Público-Privada - PPP da Habitação Municipal. Também estão previstas ações como regularização fundiária, que beneficiará 160 mil famílias, e urbanização de favelas, contemplando 15 mil famílias.

Somente em 2019 foram entregues 2.511 novas unidades habitacionais, com previsão de entrega de um total de 13 mil.



Ir para o topo desta página