Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo
PPP da Cohab começará construção de primeiras unidades habitacionais

Tucuruvi receberá 401 novas moradias.


Data: 30/08/2022

Por: Assessoria de Comunicação — Cohab-SP


 

Logo da PPP da Habitação Municipal

 

 

Na manhã desta terça-feira (30/08), a Prefeitura de São Paulo, por meio da Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo e da Secretaria Municipal de Habitação, assinou a Ordem de Início de Construção das 401 unidades habitacionais da primeira Parceria Público-Privada da Habitação Municipal do Brasil.

 

A cerimônia aconteceu na Avenida Comandante Antonio Paiva Sampaio. Na oportunidade, o prefeito de São Paulo Ricardo Nunes, o presidente da Cohab-SP Alex Peixe e o secretário municipal de habitação João Farias assinaram o documento oficializando o início das obras no terreno.

 

   

 

O espaço está localizado no Lote 12, que beneficiará 3 mil famílias nas regiões da Casa Verde/Cachoeirinha, Freguesia/Brasilândia e Santana/Tucuruvi. No local, serão construídos dois condomínios, sendo 188 unidades habitacionais divididas em três blocos no primeiro conjunto e 213 unidades divididas em dois blocos no segundo.

 

Com investimento de aproximadamente R$72 milhões, os projetos dos apartamentos contêm sala, cozinha, banheiro, dormitórios, hall de entrada e metragem de 28m² a 42m². A infraestrutura apresentada no empreendimento inclui área de lazer coberta, área comum, redes de água, esgoto, iluminação, pavimentação e paisagismo. 

 

O início da seleção dos contemplados aconteceu em junho deste ano, na sede da Cohab-SP. As famílias selecionadas serão convocadas pelo Habita São Paulo, concessionária responsável pelo lote, para apresentar a documentação necessária e ter o processo do financiamento iniciado junto ao agente financeiro.

 

A PPP da Cohab vai além da construção de moradias. No Lote 12, estão sendo construídas as UBS Jd. Antártica e UBS Jd. Peri, além da reforma da UPA 21 de Junho. Também serão implantados 17 km de ciclovias e ciclofaixas nas Subprefeituras de Santana/Tucuruvi e Jaçanã/Tremembé. Outros 6,84 km de ciclovias e ciclofaixas nas Subprefeituras Casa Verde/Cachoeirinha e Freguesia/Brasilândia já foram entregues.

 

 

O Presidente da Cohab comenta sobre o momento: “Esse é um marco histórico para a habitação de São Paulo. É gratificante que a gestão atual esteja investindo tanto em moradias para melhorar a qualidade de vida dos moradores da capital. E vale complementar que a PPP possui como característica proporcionar o desenvolvimento urbanístico integrado da cidade, aproximando moradia, serviços e emprego”.

 

Para cada R$ 45 mil investidos na Parceria, será gerado um emprego direto. Assim, considerando o investimento total, há estimativa para geração de 49 mil empregos. Outro ponto positivo da PPP da Cohab são os Acordos de Cooperação junto às Secretarias Municipais para a construção de equipamentos públicos e implantação de infraestrutura urbana.



Ir para o topo desta página